PRÁTICAS
 

HABITAÇÃO ECOLÓGICA

 

Uma Habitação bem planeada e bem construída consegue reduzir grande parte do consumo energético normalmente requerido.

Não só poupa em gastos e desperdícios energéticos, como calor, electricidade, água e gás, como reaproveita alguns dos recursos já existentes, fazendo-os reciclar.

Por exemplo:

A água da chuva recolhida nas caleiras desce por gravidade para um depósito tendo este uma saída mais abaixo que também por gravidade canaliza a água para uso doméstico como autoclismos, lavagens diversas, etc.

A edificação da habitação orientada a sul e configurando as paredes, portas e janelas de forma a aproveitar a radiação solar de Inverno para aquecer a casa e no verão para a não aquecer. A esta abordagem se chama basicamente de energia solar passiva.

A utilização de lagos exteriores colocados estrategicamente junto de janelas ou portadas viradas a sul providenciam alguma iluminação natural e um sensível aquecimento interior.

O uso de sistemas de canalização separados de águas pretas e cinzentas canalizará estas águas residuais para diferentes destinos com o objectivo de as reciclar nomeadamente através de ETAP's (Estação de Tratamento de Água por Plantas).

O uso de materiais naturais e com maior inércia térmica como a palha por exemplo em algumas zonas da habitação e outros materiais com maior capacidade de retenção térmica para aquecimento por irradiação durante a noite.

Entre muitas outras técnicas.


Plano B - Arquitectura Alternativa, um excelente exemplo de boas práticas.

e Serenada, onde se encontra um bom e simples exemplo de construção em fardos de palha.

» Consulte algumas fotos adicionais com bons exemplos.

 

página actualizada a quinta-feira, 15 de Abril de 2010 09:36:14

© Nelson Avelar 2009

entrada :: E-mail